Junho 20 2008

 

Ora bem..vou vos contar uma daquelas insignificancias que me fazem gostar cada vez mais disto..

 

Uma senhora com alguns, muitos anos, internada para mais uma vez (9) ser submetida a uma operação à anca. Na passagem de turno referem " doente muito ansiosa com tendência para agressividade e muito apelativa".

 

Lá fomos ver os doentes, preparar a medicação,  posicionar e massajar..."as rotinas".  

 

Na enfermeiria onde estava essa senhora, tentámos falar com ela, percebia-se que estáva revoltada, muito no seu mundo sem querer falar, sem esboçar um sorriso..

 

Depois de a posicionar, sorriu pela primeira vez, desde que estávamos lá, e tentámos mais uma vez falar com ela e ela começou a dizer que não devia estar ali, porque aquele não era o lugar dela e queria estar em casa sozinha... 

 

Percebia-se em cada palavra que a dor, não a física, era intensa e sufocante e decidiu partilhar o que sentia...Esta senhora com alguns...muitos anos..internada há duas semanas, muito ansiosa com tendência para agressividade e muito apelativa...sentia-se assim porque sentia a falta da filha...e disse daquelas frases que nao vêm nos livros mas ficam gravadas na memória: "tenho medo de morrer e não lhe dizer que gosto dela."

 

Estavam chateadas e a mãe, a nossa doente, não quis lhe dizer que estava doente, com medo que a filha não quisesse recuperar a relação e que assim a dor fosse maior...

 

Contactámos a filha, depois de encontrar o número perdido no meio do processo gigante...

 

Amanha...certamente...a nossa doente deixará de ser a "doente muito ansiosa com tendência para agressividade e muito apelativa.." mas será  aquela doente de coração quente e sorriso aberto:)
 

 

É por isto, também por isto, que a enfermagem vale a pena.

 

Mensagem do dia: Nunca é tarde...não se esqueçam:)

 

 

publicado por enfermeiro_de_serviço às 04:33

Comovente. Bjinhos
ascertezasdasincertezas a 20 de Junho de 2008 às 14:24

É verdade mano. Nunca É Tarde.
Grande Abraço para ti.
Fica Com Deus
ofaialense a 20 de Junho de 2008 às 17:28

:) nao tenho experiencia em enfermagem como tu pq ainda so estou no 1º ano mas conhecer este tipo de historias e saber que um dia, em breve, poderei ser eu a relatá-las ainda me deixa com mais certezas de que é isto que eu quero fazer da vida... e' isto que eu quero ser. Enfermagem e' mais que uma profissao... e' um sinonimo de vida... sao tantas e tantas emoçoes, tantas experiencias que nos ficam gravadas na memoria, na pele, no coraçao... nao conseguimos ficar indiferentes a nada e tudo nos fascina. NUnca e' tarde e sao situaçoes como esta que nos fazem querer andar para a frente quando, por vezes, pensamos em desistir...
beijinho e boa sorte**
ines a 22 de Junho de 2008 às 00:14

Parabens amigo, não só pelo blog mas pela tua maneira de encarar as coisas e a vida :)

Grande abraço
Koalinha a 25 de Junho de 2008 às 10:19

É tao bom ler estas coisas! Parabéns pela fase em que estás, pelo amor que mostras pela profissão tão linda da qual fazes parte e da qual também eu espero fazer.

Beijo de uma aluna de enfermagem a um mês do primeiro estágio* ;)
Carina a 16 de Julho de 2008 às 19:35

tens razao...

NUNCA é tarde ...

...seja para o que for






JenNiNhA a 21 de Setembro de 2008 às 00:33

E quantos já passaram por aqui?
Free Counter
Free Counter
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
21

22
23
24
25
27
28

29
30


Vida De Enfermeiro

vida_de_enfermeiro
pesquisar
 
Quem nos visitou
blogs SAPO